Bem-vindo(a) ao Consultório Psicologia Familiar. Aqui poderá expor as suas questões e obter informações úteis sobre Vida Familiar.
ENVIE A SUA QUESTÃO.
As respostas às suas dúvidas atendem a diversos critérios. Neste serviço, não serão consideradas válidas questões com falta de enquadramento ou situações de emergência que só possam ter encaminhamento imediato. Nenhuma resposta pressupõe um diagnóstico por parte da nossa equipa nem a substituição de um acompanhamento especializado.

POSTS RECENTES

Tipos de Ansiedade

Problemas de Ansiedade

Problemas de comunicação

Auto-Estima

Psicoterapia para Depress...

Casal Feliz, Como ser?

Casal e os Filhos de outr...

Bom relacionamento

Boa Relação Intima

Perturbação Bipolar

ARQUIVOS

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Setembro 2011

Quinta-feira, 6 de Setembro de 2012

16 Ideias a Não Perder!

 Terapia de Casal

 

  1. Mantenha-se focalizado no seu objectivo, que é ter uma relação feliz. Diga e faça o que permite que você e a outra pessoa tenha uma relação feliz. Evite o contrário. Tudo o resto é um comentário.
  2. Pergunte-se frequentemente "O que podemos fazer para ter uma atmosfera feliz e carinhosa em casa?"
  3. Focalize-se no compreender e proporcionar ao outro a satisfação de necessidades. Bem como deixar claro e reclamar a satisfação das suas.
  4. Diga e faça coisas que proporcione o sentimento de que para si a outra pessoa é a mais importante.
  5. Pergunte-se "O que poderei dizer ou fazer para deixar a outra pessoa bem (num estado emocional positivo)?"
  6. Antes de falar, esclareça para si mesmo o objectivo do que vai dizer. O resultado que obtem na conversa é definido pelo sentido da sua comunicação. Se aquilo que dizer não trouxer o resultado que pretende, mude a abordagem. Lembre-se que o seu objectivo final é o respeito mútuo e a felicidade. Não discuta sem objectivo.
  7. Demonstre de diversas formas e várias vezes com apreço e gratidão o amor e dedicação que a outra pessoa demonstra ter por si.
  8. Saiba ouvir. Procure compreender o ponto de vista da outra pessoa. Pode fazê-lo sem sentir que abdica do seu ponto de vista.
  9. Tenha em atenção aos sentimentos e necessidades da outra pessoa.
  10. Substitua as queixas e as culpas por motivar a outra pessoa a ir na direcção que você acha certa. Se a sua estratégia não é bem sucedida faça qualquer coisa diferente.
  11. Desista de expectativas irrealistas. Não espere que a outra pessoa seja perfeita, ou que adivinhe o que você precisa, pensa ou sente. E não faça comparações com outras pessoas.
  12. Esteja disponivel para o compromisso. Esteja disponivel para fazer diferente do que habitualmente faz e espere que a outra pessoa faça o mesmo.
  13. Faça uma lista dos beneficios de estar com essa pessoa. Vá acrescentando itens a essa lista e leia-a com frequência.
  14. Pense no que pode fazer para puxar pelas qualidades da outra pessoa. Valorize essas qualidades com acções e elogios.
  15. Focalize-se em encontrar soluções para qualquer problema que surja na relação. Esteja focalizado na solução e não no problema. Não se refugie na culpa e na queixa. Não se focalize em que está mais errado ou mais certo. Para que a relação seja feliz procure encontrar soluções juntamente com a outra pessoa.
  16. Viva o presente. O que correu mal no passado, vive no passado. Você cria o presente e o futuro com os seus pensamentos, palavras e acções neste momento. Escolha-os com sabedoria

 

publicado por Clínica Psicologia Lisboa às 12:00
link do post | favorito

O Consultório Psicologia Familiar é desenvolvido pela Clínica Psicologia Lisboa.

TORNE-SE FÃ DA NOSSA PÁGINA
psicoterapiaDr. Pedro Albuquerque licenciou-se em Psicologia Clínica e do Aconselhamento, especializou-se em Psicoterapia de Grupo, Terapia de Casal e Coaching. Desenvolveu a sua práctica clínica no Hospital Júlio de Matos e em clínicas privadas. Possui estudos de doutoramento em Psicologia Clínica, pela Universidade de Coimbra. Formação em EMDR e Programação Neuro-Linguistica. É membro da Sociedade Portuguesa de Psicodrama, da Sociedade Portuguesa de Terapia Familiar, da Sociedade Portuguesa de Psicoterapias Construtivistas e da Associação Portuguesa para o Mindfulness. É fundador da Clínica Psicologia Lisboa.

psicoterapiaDr. Ana Teresa Marques licenciou-se em Psicologia Clínica, especializou-se em Psicoterapia Individual, Terapia de Casal e da Familia. Desenvolveu a sua práctica clínica no Instituto de Cardiologia Preventiva e em clínicas privadas. É membro da Sociedade Portuguesa de Terapia Familiar. É membro fundador da Associação Portuguesa para o Estudo e Prevenção dos Abusos Sexuais de Crianças e da Associação EMDR Portugal. É fundadora e Directora Clínica da Clínica Psicologia Lisboa.


CONTACTOS:
Morada: Av. João XXI, nº. 28, 2º.Dir, Lisboa
Telefone: 96 140 49 50
Telefone: 91 437 50 55
Email: clinica.psicologia.lisboa@gmail.com
Site: www.clinicapsicologialisboa.com

PESQUISAR NESTE BLOG

 

tags

todas as tags

links

SUBSCREVER FEEDS