Bem-vindo(a) ao Consultório Psicologia Familiar. Aqui poderá expor as suas questões e obter informações úteis sobre Vida Familiar.
ENVIE A SUA QUESTÃO.
As respostas às suas dúvidas atendem a diversos critérios. Neste serviço, não serão consideradas válidas questões com falta de enquadramento ou situações de emergência que só possam ter encaminhamento imediato. Nenhuma resposta pressupõe um diagnóstico por parte da nossa equipa nem a substituição de um acompanhamento especializado.

POSTS RECENTES

Tipos de Ansiedade

Problemas de Ansiedade

Problemas de comunicação

Auto-Estima

Psicoterapia para Depress...

Casal Feliz, Como ser?

Casal e os Filhos de outr...

Bom relacionamento

Boa Relação Intima

Perturbação Bipolar

ARQUIVOS

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Setembro 2011

Terça-feira, 25 de Setembro de 2012

O Que a Relação Precisa - Seja Você Mesmo

Seja Você Mesmo Numa Relação Feliz

Seja qual for o estado de desenvolvimento da relação, é importante que você seja sempre verdadeiro(a). Hoje em dia não faz sentido fingir ser quem não é ou de passar por quem nunca será, mesmo que tenha medo de perder a outra pessoa. É sempre positivo corrigir atitudes que não gosta, mas se você não for genuíno, garantidamente irá passar tempos difíceis a fingir ser quem não é durante toda a relação.

Um exemplo disto é quando uma pessoa diz que gosta de viajar quando tem medo de andar de avião! Com o tempo irá aperceber-se que as desculpas têm limite e a outra pessoa descobrirá da pior maneira esse lado que tanto quer esconder.

 

Se numa fase inicial da relação puxar ao limite para se fazer de querido(a) e romântico(a) apenas para impressionar a outra pessoa, a única coisa que estará a fazer é dificultar a sua vida. Isto porque essa pessoa irá acreditar que você é mesmo assim O TEMPO TODO. E no minuto em que você começar a relaxar e a voltar à sua média normal de romance e atenção a outra pessoa vai reparar imediatamente.

 

O que se passa a seguir são as queixas que ouvimos e vêmos todos os dias na terapia de casal acerca das mudanças da outra pessoa "No ínicio ele era atencioso, agora só quer sair com os amigos", "Quando nos conhecemos ela tinha uma atenção especial, mas agora só pensa nela e fala no tempo de qualidade que precisa", "De um dia para o outro ele deixou de ter aquelas atenções... de oferecer flores... de abrir a porta do carro".

 

Faça um favor a si mesmo! Se pretende uma relação duradoura e feliz, não faça falsos anúncios sobre si. Esse é o caminho mais fácil para o fim da relação com qualquer pessoa.

Se está a pensar que a relação com essa pessoa é séria e duradoura irá ter muito tempo para a impressionar, dando-lhe atenção, carinho e compreensão nas alturas certas e que ela mais precisa.

 

Se for você mesmo na relação, sentir-se-à confortável, genuíno e natural. Irá conseguir ultrapassar as díficuldades através da sintonia e compreensão conjunta. Irá melhorar os seus valores como pessoa e progredir na sua relação com os outros. Se tiver incertezas acerca do seu valor na relação procure ajuda profissional na psicologia. Mude as suas regras de relação com os outros. Desenvolva a sua autenticidade.

 

Você quererá ter a certeza que aquela pessoa gosta de si pelo que você realmente é, e não pelo que você acha que a outra pessoa gosta.

publicado por Clínica Psicologia Lisboa às 13:07
link do post | favorito

O Consultório Psicologia Familiar é desenvolvido pela Clínica Psicologia Lisboa.

TORNE-SE FÃ DA NOSSA PÁGINA
psicoterapiaDr. Pedro Albuquerque licenciou-se em Psicologia Clínica e do Aconselhamento, especializou-se em Psicoterapia de Grupo, Terapia de Casal e Coaching. Desenvolveu a sua práctica clínica no Hospital Júlio de Matos e em clínicas privadas. Possui estudos de doutoramento em Psicologia Clínica, pela Universidade de Coimbra. Formação em EMDR e Programação Neuro-Linguistica. É membro da Sociedade Portuguesa de Psicodrama, da Sociedade Portuguesa de Terapia Familiar, da Sociedade Portuguesa de Psicoterapias Construtivistas e da Associação Portuguesa para o Mindfulness. É fundador da Clínica Psicologia Lisboa.

psicoterapiaDr. Ana Teresa Marques licenciou-se em Psicologia Clínica, especializou-se em Psicoterapia Individual, Terapia de Casal e da Familia. Desenvolveu a sua práctica clínica no Instituto de Cardiologia Preventiva e em clínicas privadas. É membro da Sociedade Portuguesa de Terapia Familiar. É membro fundador da Associação Portuguesa para o Estudo e Prevenção dos Abusos Sexuais de Crianças e da Associação EMDR Portugal. É fundadora e Directora Clínica da Clínica Psicologia Lisboa.


CONTACTOS:
Morada: Av. João XXI, nº. 28, 2º.Dir, Lisboa
Telefone: 96 140 49 50
Telefone: 91 437 50 55
Email: clinica.psicologia.lisboa@gmail.com
Site: www.clinicapsicologialisboa.com

PESQUISAR NESTE BLOG

 

tags

todas as tags

links

SUBSCREVER FEEDS