Bem-vindo(a) ao Consultório Psicologia Familiar. Aqui poderá expor as suas questões e obter informações úteis sobre Vida Familiar.
ENVIE A SUA QUESTÃO.
As respostas às suas dúvidas atendem a diversos critérios. Neste serviço, não serão consideradas válidas questões com falta de enquadramento ou situações de emergência que só possam ter encaminhamento imediato. Nenhuma resposta pressupõe um diagnóstico por parte da nossa equipa nem a substituição de um acompanhamento especializado.

POSTS RECENTES

Tipos de Ansiedade

Problemas de Ansiedade

Problemas de comunicação

Auto-Estima

Psicoterapia para Depress...

Casal Feliz, Como ser?

Casal e os Filhos de outr...

Bom relacionamento

Boa Relação Intima

Perturbação Bipolar

ARQUIVOS

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Setembro 2011

Terça-feira, 27 de Março de 2012

Ciúme

Clínica Psicologia Lisboa Ciúme

 

Questão colocada: “Tenho uma relação perfeita com o homem perfeito, mas os ciúmes estão-nos a atrapalhar um pouco. Ambos somos extremamente ciumentos e temo que possamos estar a estragar a nossa relação. Eu não consigo deixar de querer controlá-lo e ele se por um lado reclama, por outro passa a vida a fazer-me o mesmo. Penso que é legítimo se gostamos um do outro termos ciúmes, mas às vezes gostava de me sentir mais livre e menos controlada e controladora.

Que posso, ou podemos fazer?”

 

 

Normalmente as relações amorosas são nalgum momento da sua vida abaladas pelo ciúme. Parece ser mais forte do que nós mas na realidade procurar controlar os ciúmes é um esforço bem merecido, já que os mesmos podem provocar o inicio do fim de qualquer relação.

 

Importa distinguir se os ciúmes que o casal tem são inocentes e saudáveis ou possessivos e patológicos. Importa ainda saber se os mesmos causam mal-estar e destruição da relação, e se os membros do casal deixam de ser eles próprio para evitarem o ciúme do outro, ou seja, se de alguma forma o ciúme condiciona a vida e aprisiona as pessoas e o seu modo de ser.

 

Normalmente as mulheres demonstram ciúmes com motivos específicos nomeadamente:

  • Saídas com os amigos: foco da atenção sai de si para os outros, possivelmente para outras mulheres.
  • Grupos de mulheres em torno do seu homem: as mulheres não suportam dividir a atenção com outras mulheres e que o seu homem fale, ria, ajude ou toque noutra mulher. Os ambientes de trabalho são locais de grande assédio, pelo que é natural que uma mulher tenha ciúme se o seu homem vive o seu dia-a-dia rodeado de mulheres.
  • Comparações: ser comparada com as outras mulheres da vida dele (mãe, irmã, ex-namoradas e amigas em geral) provoca sentimentos de grande insegurança.
  • Obsessividade no trabalho: trabalhar até tarde e não ter tempo para a mulher, coloca-a sempre numa posição secundária e muito pouco agradável.
  • Súbito interesse no visual: um homem que de repente passa a ir ao ginásio e demonstra uma maior preocupação com o seu visual, poderá fazer com que a mulher se pergunte para quem é que ele se está a produzir.

Os homens por seu lado geralmente têm ciúmes , saiba quais

 

Clínica Psicologia Lisboa

Marque Consulta Psicologia

tags: ,
publicado por Clínica Psicologia Lisboa às 21:19
link do post | favorito

O Consultório Psicologia Familiar é desenvolvido pela Clínica Psicologia Lisboa.

TORNE-SE FÃ DA NOSSA PÁGINA
psicoterapiaDr. Pedro Albuquerque licenciou-se em Psicologia Clínica e do Aconselhamento, especializou-se em Psicoterapia de Grupo, Terapia de Casal e Coaching. Desenvolveu a sua práctica clínica no Hospital Júlio de Matos e em clínicas privadas. Possui estudos de doutoramento em Psicologia Clínica, pela Universidade de Coimbra. Formação em EMDR e Programação Neuro-Linguistica. É membro da Sociedade Portuguesa de Psicodrama, da Sociedade Portuguesa de Terapia Familiar, da Sociedade Portuguesa de Psicoterapias Construtivistas e da Associação Portuguesa para o Mindfulness. É fundador da Clínica Psicologia Lisboa.

psicoterapiaDr. Ana Teresa Marques licenciou-se em Psicologia Clínica, especializou-se em Psicoterapia Individual, Terapia de Casal e da Familia. Desenvolveu a sua práctica clínica no Instituto de Cardiologia Preventiva e em clínicas privadas. É membro da Sociedade Portuguesa de Terapia Familiar. É membro fundador da Associação Portuguesa para o Estudo e Prevenção dos Abusos Sexuais de Crianças e da Associação EMDR Portugal. É fundadora e Directora Clínica da Clínica Psicologia Lisboa.


CONTACTOS:
Morada: Av. João XXI, nº. 28, 2º.Dir, Lisboa
Telefone: 96 140 49 50
Telefone: 91 437 50 55
Email: clinica.psicologia.lisboa@gmail.com
Site: www.clinicapsicologialisboa.com

PESQUISAR NESTE BLOG

 

tags

todas as tags

links

SUBSCREVER FEEDS