Bem-vindo(a) ao Consultório Psicologia Familiar. Aqui poderá expor as suas questões e obter informações úteis sobre Vida Familiar.
ENVIE A SUA QUESTÃO.
As respostas às suas dúvidas atendem a diversos critérios. Neste serviço, não serão consideradas válidas questões com falta de enquadramento ou situações de emergência que só possam ter encaminhamento imediato. Nenhuma resposta pressupõe um diagnóstico por parte da nossa equipa nem a substituição de um acompanhamento especializado.

POSTS RECENTES

Tipos de Ansiedade

Problemas de Ansiedade

Problemas de comunicação

Auto-Estima

Psicoterapia para Depress...

Casal Feliz, Como ser?

Casal e os Filhos de outr...

Bom relacionamento

Boa Relação Intima

Perturbação Bipolar

ARQUIVOS

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Setembro 2011

Segunda-feira, 25 de Junho de 2012

Vida para além do Trabalho

vida alem trabalho

 

Se por um lado as mulheres do século XXI são mais autónomas e independentes que nunca, muitas das vezes pergunto-me se serão mais felizes com uma vida de stress e de correria constante, principalmente aquelas que vivem nas grandes cidades.

Resposta: Sim, eu posso ser, se eu quiser.

A grande questão da actualidade é como é que mulheres que são mães de crianças pequenas e profissionais bem sucedidas conseguem conciliar o seu tempo para que todas as tarefas que fazem parte das suas responsabilidades sejam bem desempenhadas e nada fique para trás.

Estas mulheres têm as preocupações normais da gestão de uma casa, dos filhos e dos seus deveres escolares, e ainda têm que corresponder no trabalho, de forma a sentirem-se bem sucedidas. São mulheres que precisam do seu tempo para se arranjarem e se sentirem bem, e de conviver com a família e amigos. E ainda, por último, mas decerto o mais importante, têm que alimentar a relação conjugal para que esta não se deteriore, pondo em risco todo o equilíbrio do sistema familiar.

 

Já as nossas avós nos diziam para lidarmos com a vida com bom senso.

Viver nos tempos actuais para a mulher é uma dádiva, mas requer que exista um grande equilíbrio e uma gestão muito optimizada do tempo.

Se as mulheres de hoje trabalham e são completamente autónomas e independentes, isto não significa que estejam mais sozinhas e desamparadas, pelo contrário, quer dizer apenas que não dependem de ninguém para nada.

As mulheres normalmente gostam de ser ajudadas, mimadas, de partilharem a sua vida com o homem que amam, e que este partilhe as responsabilidades
familiares, seja a dar banho ou levar à escola as crianças, seja a fazer o jantar ou a aspirar a casa.

O tempo de partilha pode ser mais longo nas relações, apesar de existir menos quantidade de tempo em comum, porque tudo pode ser partilhado
afectivamente.

Após o trabalho, a mulher tem que repartir a sua atenção entre marido e filhos, não descurando nada nem ninguém, pelo que é completamente impossível e proibido levar trabalho para casa.

A família, na era moderna, tem que se agregar e organizar de modo a que todos lá em casa ajudem e tenham responsabilidades, para que a mãe/esposa tenha mais tempo de lazer e diversão com todos e com cada um.

Sendo você uma mulher da actualidade, com certeza gosta de sair e de se divertir: divida o lazer em actividades em família que agradem às crianças e saídas românticas a dois.

Não se minimize; você é capaz de conciliar muito positivamente o seu trabalho com a sua vida pessoal e ser mais feliz.

E já sabe: só uma mulher feliz pode dar felicidade aqueles que a rodeiam.

    

Veja Clínica Psicologia Lisboa

tags: ,
publicado por Clínica Psicologia Lisboa às 22:11
link do post | favorito

O Consultório Psicologia Familiar é desenvolvido pela Clínica Psicologia Lisboa.

TORNE-SE FÃ DA NOSSA PÁGINA
psicoterapiaDr. Pedro Albuquerque licenciou-se em Psicologia Clínica e do Aconselhamento, especializou-se em Psicoterapia de Grupo, Terapia de Casal e Coaching. Desenvolveu a sua práctica clínica no Hospital Júlio de Matos e em clínicas privadas. Possui estudos de doutoramento em Psicologia Clínica, pela Universidade de Coimbra. Formação em EMDR e Programação Neuro-Linguistica. É membro da Sociedade Portuguesa de Psicodrama, da Sociedade Portuguesa de Terapia Familiar, da Sociedade Portuguesa de Psicoterapias Construtivistas e da Associação Portuguesa para o Mindfulness. É fundador da Clínica Psicologia Lisboa.

psicoterapiaDr. Ana Teresa Marques licenciou-se em Psicologia Clínica, especializou-se em Psicoterapia Individual, Terapia de Casal e da Familia. Desenvolveu a sua práctica clínica no Instituto de Cardiologia Preventiva e em clínicas privadas. É membro da Sociedade Portuguesa de Terapia Familiar. É membro fundador da Associação Portuguesa para o Estudo e Prevenção dos Abusos Sexuais de Crianças e da Associação EMDR Portugal. É fundadora e Directora Clínica da Clínica Psicologia Lisboa.


CONTACTOS:
Morada: Av. João XXI, nº. 28, 2º.Dir, Lisboa
Telefone: 96 140 49 50
Telefone: 91 437 50 55
Email: clinica.psicologia.lisboa@gmail.com
Site: www.clinicapsicologialisboa.com

PESQUISAR NESTE BLOG

 

tags

todas as tags

links

SUBSCREVER FEEDS