Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Consultório Psicologia Familiar

Bem-vindo(a) ao Consultório Psicologia Familiar. Aqui poderá expor as suas questões e obter informações úteis sobre Vida Familiar.

Consultório Psicologia Familiar

Bem-vindo(a) ao Consultório Psicologia Familiar. Aqui poderá expor as suas questões e obter informações úteis sobre Vida Familiar.

O Casamento e as Plantas!

11.04.12, Clínica Psicologia Lisboa

 

Um casamento é como uma planta. Se você der água à planta, sol e ar, ela floresce. Um casamento requer uma quantidade certa de carinho, atenção, compreensão e confiança para que possa crescer.

 

Apesar de todas as pessoas estarem com óptimas intenções quanto ao futuro da relação, a felicidade no casal não depende exclusivamente das intenções predefinidas. A felicidade e a duração da relação depende mais do que cada uma das pessoas entende ser para si a felicidade e se está a receber isso do outro no seio da relação.

O que me apercebo enquanto terapeuta de casais é que quando a pessoa ainda não encontrou a felicidade dentro de si mesmo, as suas tentativas para fazer o outro feliz são inúteis e só trazem frustração. O primeiro passo é aprender a ser feliz.


Um dos exercícios que faço quando recebo casais é pedir-lhes para que façam uma lista de coisas que cada um acredita que os faz feliz na relação com o outro. Na maioria das vezes as pessoas ficam surpreendidas quando lêem a dista do companheiro(a) e se apercebem do quão fácil é fazer o outro
feliz.

 

Exemplos relatados para fazer a sua mulher feliz:

 

  • Enviar ao longo do dia SMS de afecto, atenção e carinho
  • Fazer o jantar de vez em quando. Os maridos que cozinham têm relações mais felizes.
  • Ajudar a arrumar e a limpar após as refeições. Muitos casais discutem acerca das tarefas domésticas. Se as tarefas de casa forem feitas a dois, ocupam metade do tempo, deixando a outra metade para o romance.
  • Trate-a por um nome carinhoso especial.
  • Diga “Amo-te” quando a vê e quando se despede dela.
  • Assinale ocasiões especiais no calendário. Não existem assim tantas datas para recordar. Lembre-se especialmente do dia de anos, o aniversário de casamento e o dia em que começaram a namorar.
  • Diga-lhe o quanto gosta do toque e do cheiro dela.
  • Convide-a para o cinema ou restaurante como se fosse um encontro de namoro.
  • Dê banho e leia uma historia aos miúdos.
  • Elogie as escolhas de roupa. Elogie a ela e não a roupa.
  • Ofereça flores.
  • Dê-lhe uma massagem.
  • Despeje o lixo.
  • Leve-a a jantar fora, ou traga comida feita para casa e surprenda-a. Verifique primeiro se ela ainda não preparou o jantar.
  • Diga-lhe "Eu confio em ti para…" e termine a frase com uma afirmação positiva.
  • Dê-lhe um beijo sem precisar de razões.
  • Permaneça calmo se ela está a ter uma longa conversa ao telefone com a amiga, com a mãe, ou com a irmã. Estes telefonemas são sempre para que ela tenha suporte emocional e nesse sentido são também importantes para si.
  • Aprenda a utilizar a máquina de lavar roupa.
  • Vá às compras quando ela faz questão. Considere isso como tempo de qualidade. Aproveite para ver artigos para si.
  • Limpe a casa de banho antes de sair.
  • Leve-lhe pequenas lembranças.
  • Dê-lhe a mão, mesmo se estiverem pessoas por perto. É uma manifestação pública de afecto e isso é importante para ela.
  • Surpreende-a. Compre um fim-de-semana fora. Avise-a com antecedência.
  • Tenha fotografias dela no telemóvel.

 

 

A vida é muito mais fácil quando você sabe o que o faz feliz a si e ao seu outro.

 

Clínica Psicologia Lisboa

Consultório Terapia Casal

Consulta Psicoterapia Lisboa

Clínica Psicologia Porto