Bem-vindo(a) ao Consultório Psicologia Familiar. Aqui poderá expor as suas questões e obter informações úteis sobre Vida Familiar.
ENVIE A SUA QUESTÃO.
As respostas às suas dúvidas atendem a diversos critérios. Neste serviço, não serão consideradas válidas questões com falta de enquadramento ou situações de emergência que só possam ter encaminhamento imediato. Nenhuma resposta pressupõe um diagnóstico por parte da nossa equipa nem a substituição de um acompanhamento especializado.

POSTS RECENTES

Tipos de Ansiedade

Problemas de Ansiedade

Problemas de comunicação

Auto-Estima

Psicoterapia para Depress...

Casal Feliz, Como ser?

Casal e os Filhos de outr...

Bom relacionamento

Boa Relação Intima

Perturbação Bipolar

ARQUIVOS

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Setembro 2011

Sexta-feira, 27 de Abril de 2012

Os Homens e os Seus Erros na Sexualidade com Mulheres (Parte I)

Clínica Psicologia Lisboa Sexualidade

 

Imagine que está a aprender a conduzir pela primeira vez. Alguém lhe dá livro de instruções do carro para ler, e entrega-lhe as chaves. Acha que se os condutores aprendessem dessa maneira, alguém andaria seguro na estrada? Todos sabemos que não é assim.

 

Nas questões da sexualidade também não é diferente.

 

Durante uma fase da vida os homens veem alguns factos básicos da sexualidade, e depois procuram decifrar as peças da sua sexualidade e da companheira, de forma a conseguir montar o grande puzzle do prazer. E acredite-se ou não, tudo isto é feito por tentativa e erro. Tal como aprender a
conduzir. Tentativa…Erro…Tentativa…Acerto.

Claro que a experiencia é muito importante, mas não é tudo. Existem alguns erros que os homens cometem apesar de terem experiencia. Porquê?

 

Nas próximas linhas tentaremos desvendar alguns desses mistérios.

 

Creio que na base se deve a ideias pré-concebidas que os homens têm acerca da sexualidade e que tentarei expô-las.

 

1ª Ideia pré-concebida “Eu sei como satisfazer uma mulher”

Os homens assumem que a maneira como eles aprenderam para agradar uma mulher funciona com todas as mulheres. Não é assim.

Cada vez que existe relação sexual, o conhecimento do homem acerca do corpo e do prazer feminino cresce. No entanto a sexualidade feminina é altamente individualizada e nesse sentido é complicado fazer generalizações.

O corpo feminino responde de maneiras diferentes a estimulações diferentes porque as sensações são sentidas de forma diferente. As anatomias são
diferentes. O que pode ser fantástico para uma mulher, pode noutras situações não dizer nada ou ser mesmo desconfortável.

Há quem diga que descobrir a sexualidade feminina é um trabalho de detetive à procura da impressão digital sexual da mulher. Nesse
sentido partir da ideia pré-concebida “Eu sei como satisfazer uma mulher” é como um detetive saber quem é o culposo sem ainda ter visto o caso.

 

2ª Ideia pré-concebida “Há sexo se houver vontade sexual”

Muitas vezes os homens esquecem-se que para as mulheres o sexo é uma extensão da sua vida emocional e relacional. Este esquecimento claramente que não se deve a qualquer deformação de caracter ou maldade masculina. Simplesmente aqui parece imperar muito a diferença de géneros.

A relação sexual é um culminar de sentimentos, emoções, expectativas, desejos e fantasias que se vão vivendo muito antes da intimidade corporal propriamente dita. E nesse sentido é necessário que o homem se lembre sempre que a sexualidade feminina é uma extensão do que a mulher pensa, sente, vê e ouve fora da cama. No fundo, o homem pode considerar que se quiser realmente dar prazer à mulher deve ter em atenção o antes, o durante e o depois.

 

Todo o comportamento do homem, antes, vai estar ele na cama, durante.

 

Consulta Psicologia Lisboa

Terapia Casal

Consulta Psicoterapia Lisboa

Consulta Porto

Consulta Faro

Consulta Aveiro

Consulta Braga

Consulta Santarém

Consulta Viana do Castelo

Consulta Leiria

Consulta Évora

Consulta Setúbal

Consulta Beja

Consulta Coimbra

publicado por Clínica Psicologia Lisboa às 11:42
link do post | favorito

O Consultório Psicologia Familiar é desenvolvido pela Clínica Psicologia Lisboa.

psicoterapiaDr. Pedro Albuquerque licenciou-se em Psicologia Clínica e do Aconselhamento, especializou-se em Psicoterapia de Grupo, Terapia de Casal e Coaching. Desenvolveu a sua práctica clínica no Hospital Júlio de Matos e em clínicas privadas. Possui estudos de doutoramento em Psicologia Clínica, pela Universidade de Coimbra. Formação em EMDR e Programação Neuro-Linguistica. É membro da Sociedade Portuguesa de Psicodrama, da Sociedade Portuguesa de Terapia Familiar, da Sociedade Portuguesa de Psicoterapias Construtivistas e da Associação Portuguesa para o Mindfulness. É fundador da Clínica Psicologia Lisboa.

psicoterapiaDr. Ana Teresa Marques licenciou-se em Psicologia Clínica, especializou-se em Psicoterapia Individual, Terapia de Casal e da Familia. Desenvolveu a sua práctica clínica no Instituto de Cardiologia Preventiva e em clínicas privadas. É membro da Sociedade Portuguesa de Terapia Familiar. É membro fundador da Associação Portuguesa para o Estudo e Prevenção dos Abusos Sexuais de Crianças e da Associação EMDR Portugal. É fundadora e Directora Clínica da Clínica Psicologia Lisboa.


CONTACTOS:
Morada: Av. João XXI, nº. 28, 2º.Dir, Lisboa
Telefone: 96 140 49 50
Telefone: 91 437 50 55
Email: clinica.psicologia.lisboa@gmail.com
Site: www.clinicapsicologialisboa.com

PESQUISAR NESTE BLOG

 

tags

todas as tags

links

subscrever feeds