Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Consultório Psicologia Familiar

Bem-vindo(a) ao Consultório Psicologia Familiar. Aqui poderá expor as suas questões e obter informações úteis sobre Vida Familiar.

Consultório Psicologia Familiar

Bem-vindo(a) ao Consultório Psicologia Familiar. Aqui poderá expor as suas questões e obter informações úteis sobre Vida Familiar.

Os Homens e os Seus Erros na Sexualidade com Mulheres (Parte I)

27.04.12, Clínica Psicologia Lisboa

Clínica Psicologia Lisboa Sexualidade

 

Imagine que está a aprender a conduzir pela primeira vez. Alguém lhe dá livro de instruções do carro para ler, e entrega-lhe as chaves. Acha que se os condutores aprendessem dessa maneira, alguém andaria seguro na estrada? Todos sabemos que não é assim.

 

Nas questões da sexualidade também não é diferente.

 

Durante uma fase da vida os homens veem alguns factos básicos da sexualidade, e depois procuram decifrar as peças da sua sexualidade e da companheira, de forma a conseguir montar o grande puzzle do prazer. E acredite-se ou não, tudo isto é feito por tentativa e erro. Tal como aprender a
conduzir. Tentativa…Erro…Tentativa…Acerto.

Claro que a experiencia é muito importante, mas não é tudo. Existem alguns erros que os homens cometem apesar de terem experiencia. Porquê?

 

Nas próximas linhas tentaremos desvendar alguns desses mistérios.

 

Creio que na base se deve a ideias pré-concebidas que os homens têm acerca da sexualidade e que tentarei expô-las.

 

1ª Ideia pré-concebida “Eu sei como satisfazer uma mulher”

Os homens assumem que a maneira como eles aprenderam para agradar uma mulher funciona com todas as mulheres. Não é assim.

Cada vez que existe relação sexual, o conhecimento do homem acerca do corpo e do prazer feminino cresce. No entanto a sexualidade feminina é altamente individualizada e nesse sentido é complicado fazer generalizações.

O corpo feminino responde de maneiras diferentes a estimulações diferentes porque as sensações são sentidas de forma diferente. As anatomias são
diferentes. O que pode ser fantástico para uma mulher, pode noutras situações não dizer nada ou ser mesmo desconfortável.

Há quem diga que descobrir a sexualidade feminina é um trabalho de detetive à procura da impressão digital sexual da mulher. Nesse
sentido partir da ideia pré-concebida “Eu sei como satisfazer uma mulher” é como um detetive saber quem é o culposo sem ainda ter visto o caso.

 

2ª Ideia pré-concebida “Há sexo se houver vontade sexual”

Muitas vezes os homens esquecem-se que para as mulheres o sexo é uma extensão da sua vida emocional e relacional. Este esquecimento claramente que não se deve a qualquer deformação de caracter ou maldade masculina. Simplesmente aqui parece imperar muito a diferença de géneros.

A relação sexual é um culminar de sentimentos, emoções, expectativas, desejos e fantasias que se vão vivendo muito antes da intimidade corporal propriamente dita. E nesse sentido é necessário que o homem se lembre sempre que a sexualidade feminina é uma extensão do que a mulher pensa, sente, vê e ouve fora da cama. No fundo, o homem pode considerar que se quiser realmente dar prazer à mulher deve ter em atenção o antes, o durante e o depois.

 

Todo o comportamento do homem, antes, vai estar ele na cama, durante.

 

Clínica Psicologia Lisboa

Consultório Terapia Casal

Consulta Psicoterapia Lisboa

Clínica Psicologia Porto