Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Consultório Psicologia Familiar

Bem-vindo(a) ao Consultório Psicologia Familiar. Aqui poderá expor as suas questões e obter informações úteis sobre Vida Familiar.

Consultório Psicologia Familiar

Bem-vindo(a) ao Consultório Psicologia Familiar. Aqui poderá expor as suas questões e obter informações úteis sobre Vida Familiar.

Um Feliz Dia da Mãe. A Todas as Mães.

06.05.12, Clínica Psicologia Lisboa

Clínica Psicologia Lisboa Dia da Mãe

 

 

Uma mãe é mãe todos os dias, o seu amor e cuidados para com a família são um contínuo, independente do calendário civil, não há feriados, fins-de-semana, ou férias que deem tolerância de ponto a uma mãe.

 

Todos nós esperamos ser estimados e amados, apesar do amor incondicional que uma mãe tem pelos seus filhos, não deixa de ser uma pessoa que
também carece de afecto e precisa de ser reconhecida, escutada e respeitada de modo a que se sinta especial.

 

A primeira relação de amor acontece entre mãe e filho - neste caso amar é cuidar, satisfazer todas as necessidades, garantir segurança, estímulos, no fundo a sobrevivência e a base para que aquele ser frágil e dependente possa vir a florescer.

 

Quem nunca reparou no olhar embevecido e fixo com que uma criança contempla a sua mãe, quando esta lhe sorri, fala ou alimenta? Ali naquela troca espelha-se o primeiro amor. Relação que ficará tatuada em cada um de nós, e nos dará força, saber e coragem para um dia também amarmos e cuidarmos de outro alguém.

 

Com certeza já observou uma menina a embonecar-se com os acessórios e maquilhagem da mãe, ou mesmo a cuidar de uma boneca com modos de
mamã, e um rapaz a dizer muito ofendido “Tu não chamas nomes à minha mãe!”. A mãe é a modelo de feminilidade para as meninas e a primeira namorada dos meninos.

 

Independentemente da idade, do credo, ou da religião, uma mãe dá tudo o que tem gratuitamente, esperando apenas que o seu filho consiga ser feliz.

Por todas estas razões e muitas outras, justifica-se a existência do Dia da Mãe, o que não quer dizer que as mães mereçam apenas um dia por ano para serem amadas e lembradas, o que se celebra é a forma mais pura de amar, o papel da mulher na união familiar, e na estruturação social.

O Dia da Mãe pretende ser uma festa da família, e nada é mais útil do que oferecer presentes inesquecíveis a preços sorridentes, deixamos aqui algumas sugestões:

  • Oferecer um cheque de 100 beijinhos e 20 abraços com o prazo a definir.
  • Escrever uma carta de gratidão dedicada à mãe.
  • Cozinhar aquele prato preferido que a mãe tanto adora, e tratá-la como uma convidada especial.
  • Realizar uma sessão de cinema com aquelas fotos de infância com a mãe, que andam perdidas.
  • Surpreender a mãe com o pequeno-almoço na cama.
  • Um SPA caseiro, em que os filhos fazem as massagens à mãe.
  • Escrever uma história ou BD com o título “A minha Super-mãe”.
  • Colar post-its por toda a casa com elogios sobre a mãe.

Aqui ficam formas simples, económicas e criativas de, em família, fazer quem tanto ama sentir-se ainda mais especial, neste dia e sempre.

 

Clínica Psicologia Lisboa

Consultório Terapia Casal

Consulta Psicoterapia Lisboa

Clínica Psicologia Porto