Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Consultório Psicologia Familiar

Bem-vindo(a) ao Consultório Psicologia Familiar. Aqui poderá expor as suas questões e obter informações úteis sobre Vida Familiar.

Consultório Psicologia Familiar

Bem-vindo(a) ao Consultório Psicologia Familiar. Aqui poderá expor as suas questões e obter informações úteis sobre Vida Familiar.

Ataques de Pânico

06.05.15, Clínica Psicologia Lisboa

Ataques de Pânico

Ataques de Pânico.jpg

 

 

Apesar dos sintomas de pânico não causarem qualquer colapso no organismo, o sentimento de Pânico é sempre terrível. Imagine um súbito, extremamente elevado e descontrolado sentimento de medo e falta de controlo, acompanhado por sintomas físicos como tremores, dormências, batimento cardíaco super acelerado, sensação de desmaio e dificuldade em manter a respiração calma, calor intenso e dores de estomago ou barriga. Nada agradável.

Nem todas as pessoas que têm ataques de pânico desenvolvem um problema de ansiedade.

Porquê? Porque não evitam as situações aonde tiveram ataques de pânico. Com o tempo os ataques de pânico acabam por desaparecer. A questão é que todos temos um nível de tolerância ao mal-estar e num ataque de pânico esse nível é facilmente ultrapassado porque o mal-estar é extremo. Novamente digo, que nada de mal pode acontecer com um ataque de pânico, mas a mente dispara com pensamentos de fuga e evitamento e parece não conseguir pensar noutra coisa.

O ataque de pânico pode ocorrer apenas uma vez…

mas a maioria das pessoas passa por vários ataques de pânico uma vez tenha sentido os sintomas físicos do primeiro e isso porque se desenvolve um medo natural de voltar a ter ataques de pânico.

Os ataques de pânico recorrentes são muitas vezes provocados por situações específicas, como atravessar pontes, falar em público ou estar em sítios fechados.

Após o primeiro ataque de pânico…

a pessoa fica presa no medo de voltar a ter ataques de pânico, o que faz com que a sua ansiedade ande sempre elevada, e quando se encontra em situações em que se sente ameaçada, por exemplo a ameaça de vergonha, embaraço, de parecer fraca ou incapaz de sair e uma determinada situação, o ataque de pânico dispara.

O tratamento para os ataques de pânico existe e é eficaz!

É possível ter uma vida perfeitamente feliz, mesmo quando já se teve ataques de pânico ou Perturbação de Pânico.

 

 

 

Clínica Psicologia Lisboa

Consultório Terapia Casal

Consulta Psicoterapia Lisboa

Clínica Psicologia Porto