Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório Psicologia Familiar

Bem-vindo(a) ao Consultório Psicologia Familiar. Aqui poderá expor as suas questões e obter informações úteis sobre Vida Familiar.

Consultório Psicologia Familiar

Bem-vindo(a) ao Consultório Psicologia Familiar. Aqui poderá expor as suas questões e obter informações úteis sobre Vida Familiar.

Namoro à distância.

15.11.13, Clínica Psicologia Lisboa
  Como contornar as dificuldades quando a paixão se instala por alguém que vive a muitos quilómetros de distância.   A Elsa vive em Portugal mas o namorado vive em França. Conheceram-se em Erasmus e apaixonaram-se, mas ambos seguiram as suas vidas e voltaram para os seus países de origem. A Tânia vive em Lisboa e o namorado vive em Aveiro. Ambos são de Aveiro mas a (...)

Qual a sua Linguagem Afectiva?

13.03.13, Clínica Psicologia Lisboa
  É a dificuldade em falar a linguagem do outro que causa a maioria dos problemas nas relações amorosas e familiares.   Nas relações de proximidade, podemos sentir por vezes uma certa desorientação devido a um desconforto pelas pessoas queridas. Ficamos surpreendidos quando pensamos que estamos a expressar todo o nosso amor, enquanto a outra pessoa diz se sentir não amada. (...)

Divertir a Dois

01.07.12, Clínica Psicologia Lisboa
Os casais costumam ser mais divertidos e brincalhões nas fases iniciais de uma relação. No entanto, esta atitude brincalhona pode por vezes ser esquecida à medida que os desafios da vida ou velhos ressentimentos se atravessam no caminho. Manter um bom sentido de humor pode ajudá-lo a atravessar alturas difíceis, reduzir o stress e resolver muitos problemas de forma mais (...)

Paixão!

18.03.12, Clínica Psicologia Lisboa
  Questão colocada: “Sinto-me extremamente apaixonada. Tão apaixonada que temo deixar de me sentir assim. As minhas amigas dizem-me que este é um estado passageiro e que mais cedo ou mais tarde, a paixão dará lugar a um amor mais calmo e sereno. Mas eu não queria perder esta adrenalina e este bem-estar. O que posso fazer para que nem eu nem o meu namorado deixemos de (...)

Vivo à Seis Meses Com o Meu Namorado

22.02.12, Clínica Psicologia Lisboa
Questão colocada: "Vivo à 6 meses com o meu namorado. As coisas não estão fáceis. Tudo aquilo que nós eramos antes, quando estávamos em casa dos nossos pais está a modificar-se. Estamos sempre a discutir, seja pela limpeza da casa, seja porque não concordamos com os gastos de cada um, seja por causa das nossas famílias se meterem na nossa vida. Até a nossa vida (...)